Segurança de AplicaçãoSoftware

DevSecOps: crescendo cada vez mais e dominando o mercado

O uso de DevOps vem crescendo e dominando o mercado de TI. Cada vez mais empresas usam este conceito para agilizar o desenvolvimento de produtos. Mas o que muitas ainda não sabem é como a união de práticas de DevOps e de processos automatizados de segurança da informação podem contribuir, e muito, para aumentar a segurança das aplicações corporativas. Confira!

O que é DevSecOps?

É o conceito de integrar DevOps e automação de processos de segurança da informação para oferecer software seguro sem comprometer a velocidade de entrega e a qualidade da colaboração que os modelos ágeis impõe às equipes de desenvolvimento. Esta proposta implica automatizar o pipeline de produção, transformando-o em um ciclo fechado de teste contínuo, monitoramento e resolução de problemas.

Por que utilizar DevSecOps?

A prática permite que os profissionais de TI consigam, com a correta automação e aplicação de ferramentas, projetar o desenvolvimento seguro de aplicações enquanto o produto ainda está na fase de pré-produção e aumentar a segurança do código a partir de análises automatizadas antes de ele entrar em produção.

A automação dos processos e testes de segurança permitem que a equipe de TI consiga focar mais na evolução do projeto e outras tarefas, aumentando consideravelmente a produtividade e capacidade de entrega, inclusive em times mais enxutos.

Conforme mais e mais testes e processos são automatizados, mais cedo se identificam as falhas, reduzindo incidência de vulnerabilidades. Os testes são mais eficientes e todo o processo se torna mais consistente e previsível, o que facilita a identificação dos problemas.

Brechas de segurança podem surgir a qualquer momento e exigem uma resposta rápida e eficiente da equipe de TI na resolução do problema. Se os profissionais puderem contar com processos automatizados, a solução da vulnerabilidade pode ser implementada muito mais rapidamente e com maior precisão.

O modelo de entrega contínua do DevOps acelera o lead time, para que a equipe possa desenvolver, testar e implantar as atualizações o quanto antes.

Quais são as melhores práticas de DevSecOps?

Conheça algumas boas práticas já muito testadas e utilizadas que podem servir como ponto de partida para quem deseja oferecer mais segurança para os projetos DevOps:

  • Incorporar ferramentas de análise de código ao processo de desenvolvimento, de modo a aplicar as correções antes da implantação;
  • Realizar revisões do código ainda na fase de pré-produção e por meio da automação realizar análises dinâmicas e impedir que esses códigos atinjam a fase de produção se eles se mostrarem frágeis;
  • Testar continuamente o ambiente de produção de forma automatizada em busca de fragilidades que podem ser exploradas por pessoas mal intencionadas;
  • Atualizar de maneira autônoma as ferramentas de segurança utilizadas, de modo a garantir que a cobertura dos testes seja a mais ampla possível.

Ao implementar essas práticas, o profissional de TI estará alinhado com os modernos métodos de desenvolvimento seguro de software por meio da união entre as práticas de DevOps e automação de processos.

Saiba mais sobre como aumentar a segurança e qualidade da entrega nos serviços de TI. Assine a nossa newsletter!

About author

Articles

Uma equipe de profissionais, altamente conectados com as notícias, técnicas e informações sobre a segurança de aplicações.
Related posts
Segurança de Aplicação

Como Desenvolver Aplicações Com Segurança? Um guia inicial

Por que desenvolver com segurança? Seria muito bom se não precisássemos ter antivírus, que…
Read more
Code FightersMobileSegurança de Aplicação

Pré-testes Android: Conceitos básicos e uma introdução ao tema

Fazer um bom laboratório para testes de segurança em aplicações android pode ser uma tarefa…
Read more
NotíciasSegurança de Aplicação

Treinamento online e gratuito sobre Segurança de Aplicações: Conheça o AppSec Starter

A Conviso disponibilizou em seu canal de YouTube o treinamento AppSec Starter – um treinamento…
Read more

Deixe um comentário